Após conquistar a pole position para o GP do Bahrein de Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) revelou neste sábado que entrou pressionado para a última volta no treino classificatório. De acordo com o piloto, o giro que lhe garantiu a primeira posição no grid foi o primeiro em que não teve problemas no final de semana.

“Estou muito feliz com essa volta. Eu tive problemas para fazer uma volta perfeita em todos os treinos e Nico fazia um décimo abaixo. Entrei muito pressionado, ainda mais após ter falhado um pouco antes”, comentou Hamilton.

“Eu tive de lutar muito para fazer bons giros. Por sorte, a única boa volta que tive foi a última. Provavelmente foi a única volta do final de semana que não tive problemas e espero que seja a primeira de muitas”, acrescentou o britânico.

ROSBERG VÊ OPORTUNIDADE DE VITÓRIA – Após ficar na frente do companheiro durante a maior parte do final de semana, o alemão Nico Rosberg ficou com o segundo lugar no grid de largada. Mesmo assim, ele não mostrou estar desapontado e previu boas chances de vitória.

“Acho que Lewis fez um grande trabalho. Minha volta foi ótima e eu tinha certeza que seria pole, mas não foi o caso”, lamentou. “De qualquer forma, acho que esse é um circuito onde a primeira posição no grid menos importa. Muita coisa pode acontecer na corrida, na estratégia e tudo o mais. Amanhã (domingo) terá muitas oportunidades”.

Pela segunda vez, o treino classificatório foi realizado na nova forma de disputa, bastante criticada pelos telespectadores por conta da falta de emoção. Para Rosberg, é necessário ouvir os fãs e buscar uma alternativa. “Se eles continuarem não gostando, o que acho que vai acontecer, precisamos mudar”, decretou.