A polícia revelou que 18 torcedores foram presos e vários ficaram feridos em confrontos após a derrota do CSKA Sofia, da Bulgária, em casa, por 2 a 0 para o Rapid Viena, da Áustria, em partida válida pela terceira rodada do Grupo L da Liga Europa. Quatro policiais ficaram feridos, juntamente com transeuntes e dois torcedores do time austríaco, disse a polícia nesta sexta-feira.

Nos confrontos, ocorridos durante a noite no centro de Sofia, várias centenas de torcedores irritados jogaram garrafas de plástico, pedras e objetos contra policiais, lojas e carros de polícia.

A derrota do CSKA Sofia foi a terceira consecutiva na fase de grupos da Liga Europa. E a equipe ainda não marcou gols nesta etapa do torneio. Na sequência da derrota de quinta-feira, o clube demitiu o treinador macedônio Gjore Jovanovski e o diretor esportivo Emil Kostadinov.