A direção da Ponte Preta já confirmou que pretende contratar, pelo menos, mais dois jogadores para completar o elenco nesta temporada. Um atacante de beirada e um pivô na frente. Mas admite que pode arriscar algum investimento em promessas, como fez com o boliviano Luis Alí, anunciado nesta segunda-feira.

Ele atuava pelo San Joséde Oruro, mas recentemente ficou sem contrato e chega de graça ao Brasil. O jogador tem 23 anos e ainda não embalou na carreira, sendo considerado como uma esperança. Luis Alberto Alí Vega tem 1,71m, é destro e atua como atacante.

Recentemente, ele foi convocado para amistosos da seleção do seu país e nesta temporada marcou 16 gols com o São José-BOL, após duas temporadas no clube. Ele foi revelado no Bolívar. Pela velocidade, chega para brigar com Lins, Negueba e Claudinho por uma possível vaga no ataque.

Após o empate sem gols com o Avaí, em Florianópolis (SC), a Ponte Preta se mantém em posição intermediária, 11º lugar, com 15 pontos. O elenco só chegou a Campinas nesta tarde e por isso só volta aos treinos nesta terça-feira à tarde. O time vai ter vários retornos importantes como do zagueiro Rodrigo, do meia Renato Cajá e do atacante Emerson Sheik, que estavam suspensos.

O técnico Gilson Kleina vai precisar escalar o que tem de melhor nesta 12ª rodada porque seu adversário é o líder Corinthians, sábado à noite, no Itaquerão. Kleina também esteve ausente na última rodada, por conta da morte de um cunhado, na cidade de Curitiba (PR). O time foi dirigido pelo auxiliar técnico Juninho.