Rio – Apesar da má atuação, um gol aos 46 minutos do segundo tempo deu a vitória para a Ponte Preta por 1 a 0, contra o Botafogo, ontem à tarde, no estádio Caio Martins. A equipe carioca dominou a partida e criou várias oportunidades, desperdiçadas por seus jogadores, e terminou punida por sua deficiência técnica. Com o resultado, o Botafogo continuou sem vencer no Brasileiro e passou a ser o lanterna da competição, com cinco pontos. Já a Ponte Preta, somou 17.

A Ponte Preta marcou seu gol já nos acréscimos. Após uma confusão na área, a bola sobrou para o zagueiro Alexandre, que na entrada da pequena área tocou de esquerda, sem defesa para o goleiro Jefferson, aos 46 minutos. Antes de terminar a partida, o Botafogo ainda perdeu a oportunidade de empatar, aos 48 minutos. Uma bola cabeceada pelo lateral-direito Ruy acertou a trave.

Ficha técnica:
Gol:

Alexandre, aos 46 minutos do segundo tempo.
Botafogo: Jefferson; Ruy, Rafael Marques (Carlos Alberto), Gustavo e Jorginho Paulista (Almir); Fernando, Túlio, Tiago Xavier (Valdo) e Camacho; Estévez e Luizão. Técnico: Mauro Galvão.
Ponte Preta: Lauro; André Cunha (Alexandre Paulista), Gustavo, Alexandre e Bill (Júlio César); Marcos Vinícius, Romeu, Flávio e Zé Maria; Weldon e Macedo (Flávio Guilherme). Técnico: Marco Aurélio.
Cartões amarelos: Jorginho Paulista, Macedo, Tiago Xavier, Estévez, Alexandre, Flávio, Luizão, Zé Maria e Flávio Guilherme.
Cartões vermelhos: Túlio, Weldon e Estévez.
Renda: R$ 47.438,00. Público: 2.995 torcedores.