Santos – A chance cada vez maior de conquistar o título da Libertadores, 44 anos depois de ter sido bicampeão do torneio, faz o Santos usar time misto novamente no Brasileirão. Hoje, às 18h10, no jogo contra o América-RN, na Vila Belmiro, os reservas vão para campo e os principais titulares ficarão no banco.

Se houver necessidade, os principais jogadores entrarão apenas no segundo tempo

do jogo para ajudar o Santos a se reabilitar da derrota na estréia da competição, quando perdeu para o Sport, em Recife. Essa é a tática do técnico Vanderlei Luxemburgo para deixar o time preparado para enfrentar o América na próxima quarta-feira, também na Vila Belmiro, pelas quartas-de-final da Libertadores – no México houve empate por 0 a 0.

O Peixe deve ter um esquema mais ofensivo hoje, no 4-4-2. No meio-de-campo, a opção será por dois meias de criação – Pedrinho e Rodrigo Tabata. E no ataque, a aposta é em Jonas e Renatinho.

Dúvida

O técnico do time potiguar, Lori Sandri, está em dúvida em relação ao esquema tático que vai adotar na partida: ele não sabe se repete o 3-5-2 da estréia, quando o time perdeu em casa para o Vasco, ou se parte para um 4-4-2 mais arrojado, diante de um adversário com time misto, mais preocupado com a Libertadores.