O atual presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, anunciou nesta sexta-feira, em entrevista coletiva realizada na sede administrativa do clube, que não irá concorrer à reeleição, o que configuraria seu quinto mandato à frente da agremiação mineira. Ele apresentou Gilvan de Pinho Tavares, atual vice-presidente, como seu candidato ao cargo máximo do Cruzeiro.

Zezé Perrella assumiu pela primeira vez a presidência do Cruzeiro em 1995. Ficou à frente do clube por três mandatos, até 2002. Deixou o cargo para seu irmão Alvimar e se dedicou à vida política. Voltou em 2009, para um mandato de três anos, que se encerra no final de 2011. Com o falecimento do ex-presidente Itamar Franco, Perrella, que era primeiro suplente de senador, assumiu uma cadeira mineira no Senado, pelo PDT.

“Estava pensando em ser candidato, recebi apelos dos meus conselheiros. No primeiro momento, estava disposto a conciliar, mas vi que seria um sacrifício grande. O Senado exige mais que o posto de deputado. Vou me dedicar ao meu compromisso com o Estado”, disse Perrella, que comemora a marca de 22 títulos durante a Era Perrella no Cruzeiro.

“Dediquei 19 anos da vida ao Clube. Meu papel está cumprido. Tenho certeza que vai entrar o Gilvan e vai dar continuidade ao crescimento do Cruzeiro”, disse Perrella, já em campanha para seu sucessor.