A Associação de Futebol inglesa (FA) confirmou nesta segunda-feira (15) a punição do Portsmouth pela negociação do atacante Benjani Mwaruwari, que foi vendido ao Manchester City no início deste ano. Além do clube inglês, o empresário Willie McKay, que representava o Portsmouth, também recebeu uma suspensão prévia.

A punição imposta à equipe foi uma multa no valor de 15 mil libras (aproximadamente R$ 54,5 mil). Já McKay pode ser banido de sua atividade no futebol se cometer uma nova irregularidade nos próximos dois anos. Tudo porque o empresário representou clubes diferentes em duas negociações seguidas, e que envolveram o mesmo jogador.

Antes de chegar ao Manchester City, onde atuam também os brasileiros Robinho, Elano e Jô, Mwaruwari foi trazido por McKay do francês Auxerre para o Portsmouth, ainda em janeiro de 2006. Depois de representar o time da França, o empresário defendeu os interesses do Portsmouth na negociação do atacante do Zimbábue para o Manchester, o que é proibido pela FA.