A Portuguesa quebrou a boa fase do Criciúma e ainda garantiu um alívio na luta contra o rebaixamento com a vitória por 3 a 1, em Santa Catarina, nesta quarta-feira. Como visitante no Estádio Heriberto Hülse, o time paulista acertou no esquema tático e garantiu uma boa vantagem logo no começo do primeiro tempo. No segundo se defendeu bem, levou um gol, mas deixou o time da casa cansar para confirmar a vitória.

Com o triunfo, a Lusa chegou aos 37 pontos e se manteve firme na briga para escapar do rebaixamento. O time agora tem cinco de vantagem sobre o primeiro time dentro da zona da degola, que é o próprio Criciúma.

Os visitantes decidiram tentar garantir o resultado logo no começo do jogo. O esquema do técnico Guto Ferreira mostrou-se eficaz tanto na defesa quanto no ataque. Aos 9 minutos, após uma cobrança de falta, a bola sobrou para Gilberto, que abriu o placar para a Portuguesa. Logo em seguida, aos 12, o Criciúma chegou com perigo pela primeira vez, mas a bola acabou voltando. O zagueiro Matheus Ferraz falhou e deixou Bergson na cara do gol: 2 a 0.

Aos 15, o Criciúma acordou com uma boa chegada de Marlon, que cruzou para Lins. A bola saiu por cima mas animou a torcida. O técnico Argel Fucks decidiu deixar o time mais ofensivo, aos 27 minutos, ao trocar o meia Ricardinho, que sofreu um corte no supercílio. A partir disso o jogo foi do Criciúma, que teve as melhores chances mas parou na zaga ou no goleiro da Lusa. Aos 42 minutos, após dois rebotes, Daniel Carvalho teve gol anulado por impedimento.

No segundo tempo, o Criciúma seguiu em busca do prejuízo. O jogo foi de pressão no ataque da Portuguesa, que se defendeu muito bem. Aos 12 minutos, Matheus Ferraz acertou a trave esquerda. Mas, finalmente, aos 26, conseguiu marcar de cabeça e diminuir a vantagem.

Depois do gol, a Portuguesa deixou o esquema mais ofensivo, com a entrada do volante Bruninho e do atacante Henrique. Com paciência, os visitantes deixaram o time da casa cansar depois de tanta pressão e garantiram a vitória com mais um gol no final, aos 46, com Henrique.

Na próxima rodada, a Portuguesa vai enfrentar o Vitória, domingo, no Canindé. O Criciúma tentará a reabilitação diante do Corinthians, no sábado, em Itu, no interior paulista.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 1 x 3 PORTUGUESA

CRICIÚMA – Galatto; Ezequiel (Marcel), Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Serginho, João Vitor, Ricardinho (Fabinho) e Morais (Daniel Carvalho); Lins e Wellington Paulista. Técnico: Argel Fucks.

PORTUGUESA – Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Lima e Rogério; William Arão, Bruno Henrique, Moisés (Bruninho) e Souza; Bergson (Wanderson) e Gilberto (Henrique). Técnico: Guto Ferreira.

GOLS – Gilberto, aos 9, Bergson, aos 12 minutos do primeiro tempo. Matheus Ferraz, aos 26, e Henrique, aos 46 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rogério, Willian Arão, Gilberto, Luis Ricardo (Portuguesa); Fábio Ferreira, Daniel Carvalho, Wellington Paulista (Criciúma)

ÁRBITRO – Cleisson Veloso Pereira (MG).

RENDA – R$ 136.120,00.

PÚBLICO – 11.633 pagantes.

LOCAL – Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).