O técnico Cesare Prandelli tem uma preocupação a menos para o jogo de sábado contra a Inglaterra em Manaus. O volante Verratti se livrou de uma febre que o havia deixado dois dias fora de combate e nesta terça-feira à tarde trabalhou na academia do hotel enquanto os companheiros se movimentavam no campo sob chuva forte. Nesta quarta o jogador do PSG deve se juntar ao grupo nos treinos com bola.

O treinador vinha testando três opções para o caso de não poder contar com Verratti, o jogador que herdou a posição de Montolivo (cortado por ter fraturado a perna esquerda no amistoso com a Irlanda dez dias atrás): Thiago Motta, Parolo e Insigne.

Se escolhesse um dos dois primeiros seria uma troca pura e simples, porque o esquema seria mantido e o jogador que entrasse ocuparia o lado esquerdo na primeira linha de meio-campo (com De Rossi à direita e Pirlo no meio). Caso elegesse Insigne, recuaria Marchisio para o lugar de Verratti e colocaria o baixinho do Napoli junto com Candreva para dar apoio a Balotelli. Immobile, o novo xodó dos torcedores, ficará mesmo na reserva.

O certo é que Darmian ganhou a posição de Abate e será o lateral-direito, com De Sciglio na esquerda. Se não houver nenhum contratempo até sábado, a Itália estreará na Copa com a seguinte formação: Buffon; Darmian, Barzagli, Chiellini e De Sciglio; De Rossi, Pirlo, Verratti, Candreva e Marchisio; Balotelli.