O clássico Atletiba desta quarta-feira (30), Às 21h30, na Arena da Baixada está confirmado. O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJDPR), Adelson Batista, faltando sete horas para a bola rolar, determinou que a partida entre Athletico e Coritiba válida pela quarta rodada do primeiro turno do Campeonato Paranaense, aconteça normalmente e com portões abertos, mesmo diante dos diversos descumprimentos do Furacão com relação a venda de ingressos para a torcida do Coxa e do espaço que os torcedores visitantes teriam direito. A partida de hoje terá transmissão do GloboEsporte.com Paraná.

Assim, diante dos pedidos do Coritiba que fosse aplicado o WO e a interdição da Arena da Baixada e da Procuradoria do TJDPR para que o clássico fosse realizado com portões fechados, o presidente da entidade acabou negando. Assim, as consequências do descumprimento serão analisadas no julgamento que vai acontecer no próximo dia 7 de fevereiro. A pena para o Athletico pode chegar a uma multa de R$ 100 mil.

+ Leia mais: Athletico e Coritiba valorizam clássico e prometem jogo quente

Na verdade, o presidente do TJDPR apenas seguiu a orientação da Federação Paranaense de Futebol. A entidade máxima do futebol paranaense, no início da tarde desta quarta-feira, recomendou que não fosse aplicado o WO e que a partida fosse realizada com portões abertos ao público.

Mesmo o TJDPR sendo contrário a torcida única, a entidade achou por bem manter a partida com portões abertos nesta quarta-feira, na Arena da Baixada. Os ingressos para a torcida do Coritiba não foram colocados à venda pelo Athletico, conforme determinação da entidade e, assim, a torcida alviverde não terá um espaço reservado no Joaquim Américo para acompanhar o primeiro clássico Atletiba da temporada de 2019.

+ Acompanhe os jogos e a classificação do Campeonato Paranaense

O torcedor do Coritiba que quiser acompanhar a partida terá que entrar na Arena daq Baixada a paisana, sem a camisa do Coritiba e sem usar qualquer roupa da cor verde. Os lugares serão direcionados no momento da compra do ingresso. Mesmo assim, a Polícia Militar e os seguranças do Athletico que vão trabalhar na partida terão que estar preparados para qualquer incidente.

Há também a possibilidade de grupos de torcedores do Coritiba entrarem juntos na Arena da Baixada e ficarem localizados em lugares específicos da Arena da Baixada. Isso aconteceu em algumas partidas, no ano passado, isso ocorreu com torcedores visitantes que, mesmo impedidos e sem ter um local específico, entraram e acabaram assistindo o jogo juntos no estádio.

Assim, chega ao fim a novela que se estendeu desde segunda-feira, quando o Athletico passou a descumpriu as determinações do TJDPR. O Furacão, em todo o imbróglio dos últimos dias, se manifestou apenas por uma nota escrita e enviada à imprensa pelo Ministério Público do Paraná, que é favorável a torcida única nos estádio e é autor do projeto-piloto da “torcida humana”.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!