Primeiro britânico a ganhar a chave masculina de simples de Wimbledon em 77 anos, o tenista escocês Andy Murray recebeu nesta quinta-feira, das mãos do príncipe William, herdeiro do trono, a Medalha do Império Britânico, uma das honrarias reais da Grã-Bretanha.

A medalha, de nível 3B (de quinto escalão), foi entregue a Murray pelos serviços prestados ao tênis no ano de 2012, quando o britânico venceu o Aberto da Austrália e também o torneio de simples dos Jogos Olímpicos de Londres/2012. Em julho passado, no mesmo palco, ele faturou Wimbledon pela primeira vez, no mesmo palco.

Apesar da importância da honraria, Murray é só um dos 77 esportistas olímpicos ou paralímpicos incluídos na Lista de Honra de Ano Novo da Rainha Elizabeth II, divulgada todo fim de ano. Em 2012, mais de mil pessoas foram contempladas com diferentes honrarias e pelos mais diversos motivos.

A famosa pontualidade britânica, porém, por pouco não foi respeitada na festa desta quarta-feira. “Estou no meio de um teste antidoping. Vou chegar atrasado”, postou Murray, no Twitter, pouco antes de ir ao Palácio de Buckingham, avisando ao príncipe William que chegaria atrasado. No fim, foi pontual.

Murray está se recuperando de uma operação nas costas, Murray não joga mais este ano e vai ficar fora inclusive do ATP Finals. Sem jogar, ele caiu para o quarto lugar do ranking mundial.