Um protesto contra Joseph Blatter, ao iniciar a coletiva de imprensa na Fifa nesta segunda-feira (20), em Zurique, interrompeu a primeira aparição do suíço diante da imprensa mundial desde que anunciou que renunciaria ao seu cargo de presidente.

O comediante inglês Lee Nelson jogou notas de dinheiro no dirigente que, abalado, pediu para que se retirasse da sala. Nervoso, o dirigente anunciou apenas que sairia por alguns momentos para que o chão, repleto de notas falsas de dinheiro, fossem retiradas.

“Isso não tem nada a ver com o futebol. Temos de limpar a casa”, declarou Blatter. Visivelmente nervoso, Blatter andava com dificuldade depois do protesto, enquanto a segurança tentava retirar o comediante.

Dez minutos depois, o suíço retornou para a sala para a coletiva de imprensa. Entre as medidas anunciadas pela Fifa nesta segunda está a criação de um grupo de trabalho para estudar a reforma da Fifa.

O protesto de constrangeu Blatter nesta segunda-feira ocorreu no mesmo dia em que a Fifa confirmou que a sua próxima eleição presidencial será em 26 de fevereiro de 2016, data estabelecida depois de uma reunião na sede da entidade.

Acometido por uma crise de corrupção sem precedentes, o dirigente venceu as eleições passadas da Fifa, em 29 de maio. Porém, quatro dias depois, foi obrigado a anunciar que convocaria uma novo pleito depois das prisões de sete dirigentes esportivos em Zurique, entre eles José Maria Marin, ex-presidente da CBF.