Como o Jockey Club do Paraná só tem condições de promover duas reuniões por mês, depois das corridas de ontem, o turfe local passará uma semana sem corridas, mas dia 19 será realizada nova simulcasting com a Gávea, com apostas nas agências de São Paulo e Rio de Janeiro. Sempre defendemos a promoção de corridas todas as semanas, mas atualmente isto só seria possível com a promoção de corridas diurnas com apostas só no hipódromo local. A experiência, porém, foi um desastre financeiro e não atraiu os turfistas, que deixaram de comparecer ao Tarumã, depois que as corridas passaram para o período noturno.

Assim, é melhor duas simulcastings mensais, do que quatro diurnas, que vinham acontecendo, com público até certo ponto razoável, mas que no sentido de apostas, logicamente, estavam mais interessados nas corridas de Cidade Jardim e Gávea, que são transmitidas ao vivo para o Tarumã.

Felizmente a volta das simulcastings ocorreu mais de um mês antes do Grande Prêmio Paraná, que, marcado para dia 3 de dezembro, sexta-feira, promete grande sucesso, inclusive pelo aspecto social, pois com o último páreo realizado às 21 horas o Jockey Club poderá recepcionar as delegações visitantes e os associados, com promoções visando o aspecto social da maior festa do turfe paranaense, após o último páreo.

Próxima reunião

A chamada para as corridas do dia 19, sexta-feira, a partir da 16 horas, apresenta-se com boa atração. Trata-se da Prova Especial Heitor Baggio, justa homenagem ao ex-diretor, que muito fez pelo turfe. É reservada para produtos de 3 e mais anos, na distância de 1.200 metros. Constam da chamada, ainda, provas em homenagem aos saudosos turfistas Paulo Afonso Alves de Camargo e Eduardo Fatuch.

Revista

Está circulando em Curitiba, desde a última quinta-feira, a Revista Turf Brasil, com amplas informações sobre as corridas deste final de semana, nos hipódromos da Gávea, Cidade Jardim, Cristal e Tarumã, além de noticiário nacional e internacional.

Jornal do Turfe

Destaque, ainda, para o Jornal do Turfe, que também se apresenta com matérias especiais, não só dos hipódromos, como também das canchas retas e, naturalmente, da criação do PSI e leilões marcados para as próximas semanas.

Dezoito produtos inscritos no Derby Paulista

Destaca-se como atração de amanhã, em Cidade Jardim, o Grande Prêmio Derby Paulista, terceira prova da Quádrupla Coroa de São Paulo, que será corrido em 2.400 metros, com a participação de 18 produtos de dois anos de idade hípica, que promete desfecho sensacional. O paranaense Detective, um filho de Burooj e Moana (Baynoun), de criação do Haras J.B.Barros, é apontado pela Revista Turf Brasil como força da prova, figurando Misto Quente como maior rival do pilotado de Nelito Cunha, enquanto Urodonal, de criação e propriedade do Haras Valente, que será apresentado por Pedro Nickel, é indicado como terceira força da importante corrida. Petróleo não foi inscrito em virtude de uma torção do boleto, sem gravidade, e por esta razão foi reservado para a última prova da Coroa.