Com gol aos 40 minutos do segundo tempo, o Prudente arrancou o empate, por 1 a 1, com o Avaí, na noite desta quinta-feira, no Estádio Prudentão, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado, porém, não tirou o Prudente da vice-lanterna, agora com 17 pontos, apenas um a mais que o Goiás. O Avaí, com 24 pontos, segue em queda na tabela. Ocupa agora a 13.ª posição. No primeiro turno, em Florianópolis, o Avaí havia goleado o Prudente, por 6 a 1.

Os dois times iniciaram o jogo pressionados pelos maus resultados. O Prudente não vencia em casa há cinco jogos – um empate e quatro derrotas consecutivas. Na última rodada, perdeu do Internacional, por 2 a 0, em Porto Alegre. O Avaí não somava três pontos há cinco rodadas e vinha de derrota para o Atlético-PR, por 1 a 0, na última rodada.

Em baixa no Brasileirão, o Avaí foi para cima do Prudente e dominou as ações no primeiro tempo. Foi mais bem posicionado e eficiente na marcação. Mas não conseguiu transformar este domínio em vantagem no placar. Só balançou as redes em um lance de bola parada, como aconteceu aos 38 minutos. Após o escanteio cobrado por Davi, o volante Rudnei apareceu na pequena área, se antecipou ao goleiro Giovanni e desviou de cabeça.

Sem esboçar reação, o Prudente não chutou uma bola com perigo no gol defendido por Renan. E desceu para o intervalo sob vaias da sua torcida. Giovanni reconheceu a sua falha: “Eu não cheguei a tempo na bola. Mas acho que todo mundo falhou”, comentou o goleiro.

Duas mudanças foram feitas no intervalo pelo lado do Prudente. O apagado Adriano Pimenta deu lugar a Fabiano Gadelha, enquanto o lateral Diego saiu para a entrada do atacante Rafael Martins – Marcelo Oliveira foi recuado. O time melhorou, principalmente porque avançou a marcação. Mas continuou tendo problemas no ataque.

O técnico Antônio Lopes também renovou seu time no segundo tempo. Sacou Robinho e Vandinho e colocou em campo de Sávio, aos 36 anos, e Natan. Estas alterações deram mais velocidade ao Avaí.

A situação do Prudente ficou mais complicada aos 25 minutos, quando Fabiano Gadelha cometeu sua segunda falta por trás e acabou expulso, dificultando a reação do time paulista. E, quando tudo parecia definido, o Prudente arrancou o empate aos 40 minutos. Paulo Sérgio achou Rafael Martins, livre na grande área. Ele ajeitou e bateu cruzado, empatando o jogo.

No final de semana, pela 21.ª rodada, o Prudente vai enfrentar, fora de casa, o Atlético Mineiro, domingo, às 16 horas. No mesmo dia e horário, o Avaí vai receber o Cruzeiro, que se manteve no G-4, grupo da Copa Libertadores.

Ficha Técnica:

Prudente 1 x 1 Avaí

Prudente – Giovanni; Paulo César, Anderson Luís, Leonardo e Diego (Rafael Martins); Rodrigo Mancha (Robson), João Vitor, Marcelo Oliveira e Eduardo Ramos; Henrique Dias e Adriano Pimenta (Fabiano Gadelha). Técnico: Antônio Carlos.

Avaí – Renan; Patric, Rafael, Émerson e Eltinho; Diogo Orlando, Rudnei (Bruno Silva), Davi e Caio; Robinho (Sávio) e Vandinho (Natan). Técnico: Antônio Lopes.

Gols – Rudnei, aos 38 minutos do primeiro tempo. Rafael Martins, aos 40 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – João Vitor, Marcelo Oliveira (Prudente); Caio, Diogo Orlando e Natan (Avaí).

Cartões vermelhos – Fabiano Gadelha (Prudente) e Bruno Silva (Avaí).

Árbitro – Elmo Alves Resende Cunha (GO).

Renda – Não disponível.

Público – 1.410 pagantes.

Local – Estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente (SP).