Apesar das lambanças na definição dos estádios, do início precoce, da ausência dos torcedores em férias e da transmissão de dois jogos em TV fechada, o público esteve presente em bom número na rodada da abertura do Campeonato Paranaense. A média é de 3.540 pagantes foi superior à de todo o Estadual do ano passado – de 3.186.

A maior presença foi da torcida coxa-branca, que, ainda empolgada com a conquista da Série B, levou mais de 8 mil pagantes ao Alto da Glória. Mas a renda de Rio Branco x Atlético (R$ 90.958) superou a de Coritiba x Iraty e foi a maior da abertura da competição.

No extremo oposto, a conta total foi prejudicada pelo ?clássico? entre os nada populares J. Malucelli e Real Brasil, em que apenas 179 pessoas, boa parte parentes dos atletas, pagaram ingresso.

O aumento da freqüência popular foi o grande fenômeno do último Brasileirão, que levou 17.461 torcedores por partida 33% a mais que na edição anterior.

O maior destaque individual da 1.ª rodada foi o atacante Tiaguinho, 20 anos, do Engenheiro Beltrão, que marcou três gols na surpreendente goleada por 4 a 1 sobre o atual campeão, Paranavaí, em pleno Waldemiro Wagner.