A bruxa está solta no Atlético-MG, e fez mais uma vítima neste fim de semana. Depois de deixar o campo na vitória sobre o Botafogo, no domingo, com dores na coxa esquerda, o volante Rafael Carioca foi diagnosticado com uma ruptura muscular no local. A grave lesão o tirará dos gramados por tempo indeterminado.

Após o duelo de domingo, no qual foi substituído aos 20 minutos do segundo tempo, Rafael Carioca chegou a falar com otimismo e disse sequer estar sentindo dor. Mesmo assim, foi submetido a exames nesta segunda-feira, que comprovaram a gravidade de sua contusão.

Se o caso de Rafael Carioca é grave, o do meia Dátolo já não inspira tantos cuidados. O argentino se recupera de dores musculares e nesta segunda-feira fez trabalho na fisioterapia. Há ainda, no entanto, a esperança de que ele possa atuar já na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira, diante do Corinthians, no Itaquerão.

Rafael Carioca e Dátolo são dois dos atletas que lotam o departamento médico do Atlético-MG. Réver ainda se recupera de cirurgia no tornozelo e Lucas Candido tem problema no joelho, assim como Marion. Pierre, Josué, Pedro Botelho, Emerson e Maicosuel completam a lista de lesionados.