Na vitória do Coritiba sobre o América-RN por 2 a 1, na última sexta-feira, o que se viu foi a equipe alviverde desperdiçando inúmeras oportunidades de liquidar a partida quando o placar ainda estava 2 a 0. Quando o América diminuiu, iniciou-se uma pressão em busca do empate, que poderia ter sido evitada caso o Verdão convertesse em gols as chances criadas.

O meia Rafinha, autor do primeiro gol do Coxa, se disse incomodado com tantos gols perdidos e admitiu que a equipe precisa trabalhar melhor as finalizações. “Criamos bastante chances claríssimas de gols. Quase sofremos o gol de empate e deixamos dois pontos aqui. Essa semana o Ney vai trabalhar isso, para que a gente possa melhorar diante do Sport, que não poderemos dar bobeira”, disse o jogador.

Além disso, o meia admitiu que o técnico Ney Franco cobrou mais objetividade nas finalizações ainda no vestiário do estádio Machadão, em Natal: “Tem que cobrar, apesar da gente vir de uma viagem desgastante como foi a do jogo com o Bragantino, já no vestiário o Ney cobrou isso da gente para que contra o Sport, que será um jogo dificil, a gente possa marcar”.

Como o Coritiba só volta a campo no sábado, para enfrentar o Sport na Arena Joinville, Rafinha vê com otimismo uma semana inteira de treinamentos. “Já que não podemos jogar em casa, temos que jogar em Joinville que também é desgastante. Vamos ter uma semana para que a gente possa trabalhar bastante para enfrentar o Sport”, completou o meia.