O empate conquistado em La Plata por 0 a 0, quarta-feira passada, contra o Estudiantes, deu ao Cruzeiro a possibilidade de jogar no Mineirão por uma vitória simples na final da Copa Libertadores. Para o volante Ramires, a equipe mineira não pode fugir da responsabilidade e deve buscar a vitória durante toda a partida.

“A responsabilidade é nossa, a gente sabe disso. Todo jogo dentro de casa a gente tem que procurar vencer, pelo fato de estarmos diante da nossa torcida. Esse é o pensamento da gente. Sabemos que não vai ser um jogo fácil, como lá também não foi, mas a gente tem que se impor e procurar a vitória todo o tempo”, afirmou o volante.

Embora defenda que a equipe tome a iniciativa, Ramires sabe que será necessário paciência para furar o bloqueio argentino. “Eles vão estar fora de casa e a gente espera um time fechado, jogando nos contra-ataques. Vai ser um pouco difícil de penetrar. Se tivermos um pouco de paciência, vamos conseguir fazer os gols”, comentou.

Negociado com o Benfica, Ramires fará nesta quarta-feira sua última partida pelo Cruzeiro, o que o deixa duplamente mais ansioso na espera do confronto decisivo. O tricampeonato da Libertadores seria, na opinião do jogador, uma boa maneira de se despedir. “Estou mais ansioso. Claro que o coração fica um pouco apertado pelo fato de ser o último jogo. Mas é concentrar e fazer um bom jogo junto com os companheiros e buscar o título da Libertadores”, concluiu Ramires.