Roger é a preocupação para
o técnico Geninho, do Vasco.

Rio – O técnico do Fluminense, Ricardo Gomes, não definiu, após o coletivo de ontem, se vai escalar o meia Ramon e o atacante Edmundo entre os titulares na decisão da Taça Rio, amanhã, contra o Vasco. Os dois jogadores se recuperam de contusões e treinaram normalmente ao longo da semana. No coletivo, apenas participaram de 15 minutos do trabalho.

“Fui surpreendido pela recuperação de ambos. Porém, ainda não decidi. Tenho que pensar muito. São jogadores acima da média, mas que não estão bem fisicamente”, afirmou Ricardo Gomes, que, na semana passada, nem sequer cogitava escalar Edmundo no clássico. A tendência é a de que o treinador opte pelo meia Alan e pelo atacante Marcelo para a partida.

Vasco

No coletivo de ontem, o técnico do Vasco, Geninho, adotou um esquema mais defensivo, dando ênfase na marcação do meio-de-campo. A intenção do treinador é a de não dar espaços ao meia Roger, principal destaque do Fluminense, na decisão da Taça Rio, amanhã, contra o Tricolor. O jovem Coutinho ganhou uma oportunidade entre os titulares e, junto de Ygor e Rodrigo Souto terá a função de parar o ataque adversário.

Com esta formação, Geninho pretende dar mais liberdade ao meia Beto para que o jogador possa apoiar os atacantes. O treinador também quer aproveitar a boa fase do seu comandado para conquistar a vitória. Na frente, Róbson Luís ganhou a disputa com Ânderson e será o companheiro de Valdir.