Madri – Robinho jamais esquecerá sua apresentação no Real Madrid. Foi diante da histeria incontrolável de 10 mil torcedores que o craque brasileiro vestiu a camisa 10 do clube espanhol, a mesma que pertencia a Figo, hoje na Internazionale. Uma festa inédita na vida do atleta que começou menino no Santos e ganhou o Brasil com seus dribles desconcertantes. No Real, busca a glória mundial.

O presidente do Real, Florentino Perez, apressou-se em dizer que Robinho é a representação do futebol fantasia. ?Estamos diante de um dos grandes jogadores do mundo. O futebol pode ser muitas coisas e uma delas é o espetáculo. É no aspecto do futebol fantasia que Robinho se destaca?, disse o cartola. Perez e o lendário Alfredo Di Stéfano, como de praxe, entregaram a Robinho a camisa que ele usará na temporada.

Robinho cumpriu todos os protocolos. Chegou em Madri às 6 horas. Foi recepcionado por cerca de 150 torcedores. Às 9h15, completou na Clínica La Zarzuela exames médicos iniciados em São Paulo. Depois, assinou seu contrato de cinco anos com caneta folhada a ouro.

Robinho estava mesmo ansioso para fazer o que mais gosta: brincar com a bola. Foi dessa forma que o atacante conheceu o vestiário do estádio, onde já havia um armário reservado a ele. Vestiu o uniforme completo do time e ganhou o campo, onde os 10 mil torcedores o esperavam desde as primeiras horas do dia.

Histeria. Invasão. Todos queriam tocar o craque. Ao entrar no campo, Robinho recebeu uma bola. Beijou-a e mostrou ao público um pouco de arte. Fez graça com a bola. ?Estou feliz, e surpreso com tamanha recepção. Quero fazer o Real campeão. E quero ser um dos melhores do mundo?, disse.

A estréia de Robinho deverá ocorrer na segunda rodada do Espanhol, contra o Celta, no dia 11 de setembro.