O Real Madrid aproveitou o fato de abrir a quarta rodada do Campeonato Espanhol nesta terça-feira para jogar a pressão sobre os seus adversários na briga pela liderança. Em casa, no Santiago Bernabéu, a equipe não fez uma grande partida, mas jogou o suficiente para bater o Espanyol por 3 a 0 e assumir a ponta da tabela.

A vitória levou o Real aos dez pontos, ainda invicto na competição. O segundo colocado Valencia, que tem nove, recebe o Atlético de Madrid na quarta. Na quinta será a vez de o Sevilla também tentar chegar à liderança. Com sete pontos, o time de Luís Fabiano pega o Racing Santander em casa.

Na partida em Madrid, o Real teve o domínio, mesmo pouco inspirado. Com dificuldades para chegar com perigo, o árbitro deu uma força e assinalou um pênalti duvidoso, após Cristiano Ronaldo cobrar falta e a bola acertar o braço do jogador do Espanyol. Aos 28 minutos, o próprio foi para a cobrança e inaugurou o marcador no Santiago Bernabéu.

No segundo tempo, o brasileiro naturalizado português Pepe quase complicou as coisas para os anfitriões ao ser expulso ainda aos 15 minutos, mas o Real achou dois gols no fim para decretar a vitória. Aos 34, Cristiano Ronaldo serviu Higuaín e o argentino bateu na saída do goleiro. Já aos 43, o francês Benzema fechou a conta.

Ainda nesta terça pelo Espanhol, o Atlhetic Bilbao também ficou entre os primeiros ao vencer o Mallorca por 3 a 0, em casa. Assim, foi a sete pontos e aparece agora em quarta. Já o Osasuna conquistou a sua primeira vitória ao derrotar o Real Sociedad por 3 a 1, somando quatro pontos.

Além do jogo do Valencia, nesta quarta o Barcelona também entra em campo pela quarta rodada. Sem Messi, lesionado, a equipe catalã recebe o Sporting Gijón no Camp Nou. Atual campeão, o Barça tem seis pontos e pode chegar à vice-liderança.