O Real Madrid se manteve na briga pelo título do Campeonato Espanhol, nesta quarta-feira, ao conquistar uma suada vitória sobre o Rayo Vallecano por 2 a 0, fora de casa. Cristiano Ronaldo e James Rodríguez salvaram o time favorito com gols na metade final do segundo tempo.

Com o 23º triunfo no Espanhol, o Real chegou aos 70 pontos, quatro atrás do Barcelona. Um tropeço nesta quarta, faltando apenas oito jogos para o fim da competição, praticamente acabaria com as chances de o Real levantar o troféu ao fim da temporada. Mais cedo, o arquirrival goleou o Almería por 4 a 0 e sustentou a vantagem na liderança isolada.

Diante de um rival que não costuma abaixar a cabeça diante dos favoritos, o Real Madrid teve trabalho em campo desde o início. Quase não levava perigo no ataque e ainda sofria com as investidas dos anfitriões. O Rayo Vallecano exigiu ao menos duas boas intervenções do goleiro Casillas no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Real buscou mais o ataque, liderado por Cristiano Ronaldo. Nos primeiros minutos, ele caiu dentro da área e pediu pênalti. O árbitro mandou o lance seguir e ainda aplicou cartão amarelo por simulação de falta. A resposta do português veio aos 23, quando cabeceou para as redes, completando cruzamento de Carvajal.

Ao comemorar seu 300º gol em 288 jogos com a camisa do Real, o atacante ironizou o árbitro, sugerindo em gesto com a mão que o árbitro teria favorecido os donos da casa. Não houve nova punição ao jogador. Aos 29, Rodríguez anotou o segundo, ao finalizar da entrada da área, garantindo a vitória dos visitantes.

Ainda nesta quarta, o Granada derrotou o Celta de Vigo por 1 a 0, em casa. Apesar do triunfo, os anfitriões seguem na zona de rebaixamento. Na 19ª posição, têm apenas 24 pontos. O Celta ocupa o 11º lugar, com 36.