A inesperada derrota que o Real Madrid sofreu domingo diante do Osasuna pelo campeonato espanhol ainda repercute, mas Ronaldo garante que o time não vai nem se lembrar disso amanhã, quando disputará um jogo decisivo pela Liga dos Campeões, em casa, contra o Borussia Dortmund. “O tropeço que tivemos em Pamplona não vai afetar o nosso rendimento no jogo de quarta. Vamos atacar desde o início e não podemos pensar em outro resultado que não seja a vitória”, disse o atacante brasileiro.

A situação do Real Madrid no grupo C da Liga dos Campeões é delicada. Tem um ponto em dois jogos e divide a lanterna com o Lokomotiv Moscou, com quem empatou no Santiago Bernabeu na primeira rodada. O Borussia tem três pontos e a equipe italiana lidera com seis. Os dois próximos jogos do Real serão contra a equipe alemã.

“Tenho certeza de que vamos reagir”, disse Ronaldo. Mas se o Real Madrid espera encontrar um adversário encolhido, poderá ter uma surpresa. O técnico Matthias Sammer está doutrinando seus jogadores para jogarem de igual para igual contra o “Dream Team” espanhol.

“O Real Madrid tem grandes jogadores, mas não podemos respeitá-los ao ponto de ficarmos paralisados de medo. Se tivermos a atitude correta, poderemos ganhar os três pontos”, afirmou Sammer.