O Real Madrid disse nesta quarta-feira que a entrada de recursos aumentou 8,6% na última temporada, dissipando, aparentemente, os temores de que o gigante espanhol sofreria com problemas financeiros depois de ter investido altos valores em contratações, sem, porém, conquistar títulos importantes.

O clube revelou em seu site oficial que sua receita bruta aumentou de 407,3 milhões de euros na temporada 2008/2009 para 442,3 milhões de euros na temporada 2009/2010. De acordo com o Real Madrid, as dívidas caíram 25,1% sendo ao final da última temporada de 244,6 milhões de euros.

No ano passado, o Real Madrid foi duramente criticado pelo excesso de gastos com contratações, o que inclusive incentivou a Uefa a adotar regras de “fair-play” financeiro, que serão colocadas em prática a partir de 2012, e que proibirão a presença nas competições europeias de clubes que gastem mais dinheiro do que geram durante a temporada. Agora treinado por José Mourinho, o clube espanhol se reforçou na última temporada com Cristiano Ronaldo, Kaká, Karim Benzema e Xabi Alonso.