Em um time que se reforçou com Montillo e teve Camilo como um dos seus destaques em 2016, o meia João Paulo chega ao Botafogo com status de coadjuvante. Apresentado nesta quarta-feira como reforço na pré-temporada que o time realiza no Espírito Santo, ele afirmou apostar na sua polivalência para conquistar uma vaga no meio-de-campo titular do Botafogo.

“Isso é um fator que já passei para o Jair, estamos conversando. Me sinto à vontade para fazer umas três funções no meio-campo, tanto como segundo volante, terceiro e homem de ligação. São funções que já fiz e agora vai depender do que ele vai achar melhor para o nosso time”, afirmou.

Ao contrário de outros anos, o Botafogo conseguiu manter a base do elenco para a temporada 2017 e realizou contratações mais pontuais. Por isso, João Paulo avaliou que ser um dos jogadores escolhidos por Jair Ventura para reforçar o time aumenta a sua responsabilidade.

“A comissão técnica escolheu a dedo, o Jair passou isso para nós, e claro que respeitamos todos que estão aqui. É um grupo qualificado e todos estão buscando seu espaço. Eu também quero o meu para poder ajudar o Botafogo”, comentou.

O Botafogo está concentrado no CT China Park, em Domingos Martins, e enfrentará o Rio Branco em amistoso no próximo domingo no Kleber Andrade, em Cariacica. Depois, no dia 25 vai estrear no Campeonato Carioca diante do Madureira, em Moça Bonita. O foco do time, porém, é o Colo Colo, seu primeiro adversário na fase preliminar da Copa Libertadores.

“É um jogo diferente do que estamos acostumados no Brasileiro, de muita garra e disposição. Temos que tentar juntar tudo isso e conseguir um bom resultado principalmente nesse primeiro jogo. Na Libertadores temos que incorporar um espírito de raça, de guerreiro. Em todo campeonato é assim, mas nessa competição ainda mais por conta dos adversários que enfrentamos. Se tiver que ir para briga nós iremos também”, destacou João Paulo.