O Cruzeiro enfrenta o Corinthians neste domingo, às 16 horas, na Arena Pantanal, em Cuiabá, na estreia das equipes no Campeonato Brasileiro. A partida acontecerá na capital do Mato Grosso porque o time mineiro perdeu o mando de campo pelos incidentes no clássico contra o Atlético Mineiro, em setembro de 2014.

Atual bicampeão brasileiro, o Cruzeiro começará a caminhada em busca do tri consecutivo (ou penta no geral) ainda sem muita empolgação. O principal objetivo da temporada ainda está na conquista da Copa Libertadores. Depois de perder por 1 a 0 para o São Paulo, no jogo de ida, no Morumbi, o time mineiro precisa reverter a vantagem para avançar às quartas de final da competição. Por isso, o técnico Marcelo Oliveira avisou que mandará a campo “um time misto ou completamente reserva”.

A equipe não vive situação confortável. Além da derrota na competição continental, foi eliminado nas semifinais do Campeonato Mineiro para o arquirrival Atlético. O futuro na Libertadores e o começo do Brasileirão servirão para mostrar se o time mineiro conseguiu suprir as ausências dos principais jogadores. Marcelo Oliveira ainda não encontrou a formação ideal da equipe desde que perdeu Lucas Silva, Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart, Marcelo Moreno e Egídio.

O treino de sexta-feira contou apenas com reservas que devem ir a campo. O meia Marcos Vinícius, que poderia ser titular, deixou a atividade mais cedo com dores na coxa direita e está fora da partida. Já o lateral-direito Ceará ficou apenas na academia, mas deve entrar em campo.

O treinador informou que deve escalar o lateral-esquerdo Fabrício e o meia Gabriel Xavier, mas escondeu quais reservas deverá utilizar. “Estão descansados. É uma boa oportunidade de utilizá-los”, informou.