A Federação Paranaense de Futebol terá que buscar um novo profissional para inspecionar os estádios daqui pra frente. O engenheiro civil Reginaldo Cordeiro, que até então era o presidente da comissão de vistoria da FPF, deixou o cargo por conta do convite do prefeito Gustavo Fruet para ser o secretário de urbanismo de Curitiba.

Desta forma, ele não terá tempo para se dedicar às vistorias pessoalmente de todos os estádios e optou por renunciar o antigo cargo. Entretanto, ainda pode continuar analisando os laudos técnicos dos locais, desde que haja uma permissão do prefeito. “Eu já deixei imediatamente as inspeções. Por força do cargo, declinei de inspecionar pessoalmente os estádios, por causa da falta de tempo. Mas não sentei com o prefeito ainda para ver a questão de continuar à frente da comissão e analisar os laudos”, explicou Cordeiro, que foi eleito vice-presidente da FPF e irá seguir neste cargo.

Assim, o novo secretário da prefeitura irá indicar ao presidente Hélio Cury um novo nome para ocupar o cargo. O objetivo de Reginaldo Cordeiro é tentar uma parceria com o Crea-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná) para que o organismo crie uma comissão que inspecione e avalie os laudos. “Vou indicar alguns profissionais, até mesmo, de repente, fazer uma parceria com o Crea. Se puderem fazer a inspeção, podem até mesmo participar da comissão”, afirmou. A reunião acontecerá amanhã.

Conhecido pela forte exigência sobre os clubes, Cordeiro deixa o cargo após cinco anos e acredita que neste período houve uma evolução muito grande nos estádios. “Por ser um trabalho voluntário, acredito que dei muita contribuição ao esporte paranaense. Foi um grande avanço na questão de segurança e conforto dos torcedores nos estádios”, destacou o, agora, secretário.

Paranaense 2013

Em relação aos 11 estádios que serão utilizados no Campeonato Paranaense, os clubes terão que entregar hoje os laudos para a FPF. Porém, Reginaldo Cordeiro não vê problemas e confia que todos estarão liberados para o Estadual. “Mesmo os mais acanhados, como os de Rolândia (Erick Georg) e Cianorte (Albino Turbay) estão dentro das exigências”, disse.