O regulamento do Campeonato Paranaense está oficializado. Em arbitral realizado ontem, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) e os 12 clubes participantes bateram o martelo e acertaram que o Estadual será disputado em um turno único, com os oito primeiros colocados avançando para a segunda fase, que será no formato mata-mata, até a final. O formato já havia sido definido no pré-arbitral que aconteceu dia 29 de outubro.

A diferença é que na segunda fase a única vantagem dos primeiros colocados será fazer o segundo jogo em casa, sem o critério de gols marcados fora, como na Copa do Brasil, ou jogar por dois resultados iguais. Caso os dois confrontos somem o mesmo número de gols para cada lado, a vaga, ou possivelmente o título, será decidido nos pênaltis – como já ocorreu em 2012. ‘Já havíamos definido quase tudo no pré-arbitral, mas agora tiveram algumas modificações na questão do mata-mata. Quando os resultados forem iguais, a decisão será nos pênaltis’, explicou o presidente da FPF, Hélio Cury.

Outra mudança, em relação ao pré-arbitral, refere-se à questão da classificação das equipes para a Série D do Campeonato Brasileiro. Foi discutida a possibilidade de uma seletiva para o torneio. No entanto, as duas vagas serão dos times que tiverem a melhor campanha na classificação geral – exceto Atlético, Coritiba e Paraná Clube -, somando a primeira fase e também o desempenho no mata-mata. Já na parte de baixo da tabela, os quatro últimos colocados disputarão o torneio da morte, no formato de quadrangular, com turno e returno. Os dois piores serão rebaixados.

Assim, o Paranaense de 2014 utilizará apenas 17 datas, sete a menos do que foi utilizado em 2012 e 2013 e quatro a menos do que foi estabelecido pela CBF para a próxima temporada. Uma mudança que, em maioria, agradou todos os lados. ‘Tivemos uma redução de sete datas. Para aquelas equipes que chegam a jogar 70 vezes no ano, é interessante, pois teremos um ganho técnico e uma maior preparação para o Brasileiro’, disse André Mazzuco, superintendente do Coxa. ‘Para nós fica mais díficil conseguir mais recursos. Mas é uma fórmula interessante e vai dar a chance de todos brigarem para chegar mais à frente’, destacou Fabiano Elias, presidente do Rio Branco.

A tabela de jogos só será divulgada no dia 19 de novembro. A primeira rodada acontece dia 19 de janeiro e a grande final no dia 13 de abril.