O médico do Corinthians, Guilherme Runco, praticamente descartou o retorno do meia Renato Augusto no jogo da volta das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Boca Juniors, dia 15, no Pacaembu, e também para o jogo de volta da decisão do Campeonato Paulista, dia 19, contra o Santos, na Vila Belmiro.

“É muito difícil, ele ainda está fazendo trabalho de fortalecimento, ainda não treina no campo (com bola) e ainda tem a parte física”, disse Runco. “A recuperação está dentro do prazo”, completou.

Renato Augusto sofreu uma grave lesão muscular na coxa direita, no dia 24 de março, na partida contra o Guarani, pelo Paulistão. Na época, o departamento médico corintiano previa que o jogador ficasse de seis a oito semanas afastado dos gramados.

A previsão é que Renato Augusto tenha condições de voltar ao time numa eventual quartas de final da Libertadores ou no início do Campeonato Brasileiro, cuja estreia do Corinthians será no dia 25 de maio, contra o Botafogo, no Pacaembu.

Os jogadores se representaram na manhã desta terça-feira após a vitória sobre o São Paulo, nos pênaltis, que levou o time à final do Paulistão. Os titulares fizeram trabalho de recuperação. Só os reservas treinaram com bola.