O meia Renato Cajá, definitivamente, virou o artilheiro dos gols bonitos do Campeonato Brasileiro. Com um gol de cobertura do meio de campo do camisa 10, a Ponte Preta venceu a Chapecoense, por 3 a 1, na noite deste sábado, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O jogo, que teve portões fechados, foi válido pela quarta rodada.

Com este resultado, a Ponte encerra a rodada entre os primeiros colocados, com oito pontos e ainda invicta na competição. Por outro lado, o time catarinense estacionou nos seis pontos, ocupando posição intermediária.

Embora tenha sido bastante movimentada e intensa, a partida foi decidida na bola parada. Logo aos cinco minutos, o meia Renato Cajá cobrou falta na área e o zagueiro Tiago Alves completou de cabeça para a Ponte. No restante da etapa, o time da casa dominou e perdeu duas grandes chances com o próprio Renato Cajá.

No segundo tempo, o clube de Campinas voltou a marcar em cobrança de falta. Aos dois minutos, o atacante Biro Biro bateu falta com maestria, no ângulo direito do goleiro Danilo. A Chapecoense conseguiu diminuir somente aos 43 minutos, quando o volante Gil invadiu a área e bateu na saída do goleiro Marcelo Lomba.

No final, o meia Renato Cajá confirmou sua sina de golaços. Após marcar belos gols contra Grêmio e São Paulo, o jogador voltou a encantar. Aos 47 minutos, ele percebeu o goleiro adiantado e, do meio-campo, mandou de cobertura, para decretar a vitória.

Na próxima quarta-feira, às 19h30, a Ponte Preta volta a campo para enfrentar o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro. Enquanto isso, a Chapecoense faz o clássico catarinense contra o Joinville, no mesmo dia e horário, na Arena Condá, em Chapecó.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 X 1 CHAPECOENSE

PONTE PRETA – Marcelo Lomba; Rodinei, Tiago Alves, Pablo e Gilson; Fernando Bob, Josimar e Renato Cajá; Biro Biro, Diego Oliveira (Borges) e Rildo (Felipe Azevedo). Técnico – Alexandre Faganello (auxiliar).

CHAPECOENSE – Danilo; Apodi, Rafael Lima, Vilson e Dener; Elicarlos, Bruno Silva (William Barbio), Gil e Hyoran (Abuda); Ananias (Wagner) e Roger. Técnico – Vinícius Eutrópio.

GOLS – Tiago Alves, aos 5 minutos do primeiro tempo. Biro Biro, aos 2, Gil, aos 43, e Renato Cajá, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Felipe Gomes da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS – Diego Oliveira, Biro Biro, Josimar e Renato Cajá (Ponte Preta); Apodi e Roger (Chapecoense).

CARTÃO VERMELHO – Apodi (Chapecoense).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).