O técnico Renato Gaúcho reconheceu que as falhas da defesa do Grêmio levaram à derrota para o São Paulo, na noite de sábado, mas evitou apontar culpados pelo resultado negativo. “Ninguém erra de propósito. É lógico que cometemos alguns erros, mas temos que corrigir junto com meu grupo, não tenho que externar”, afirmou.

Para o treinador, os erros na saída de bola foram decisivos na partida. “A equipe não esteve tão bem como nas outras vezes. Cometemos erros no início e voltamos bem para o segundo tempo. Quando estávamos bem na partida, entregamos um contra-ataque para o adversário e levamos o segundo gol. Aí abrimos um pouco para buscarmos o empate e infelizmente levamos o terceiro no final”, analisou.

Apesar da derrota, Renato afirmou que poderá manter o esquema, com apenas Júnior Viçosa no ataque, nas próximas partidas. “Nada é definitivo. O esquema não teve nada a ver com a derrota. Tanto que chegamos ao empate e estávamos bem no jogo até levar o segundo gol. Lutamos, brigamos e, por um erro nosso, levamos o segundo gol e depois o terceiro”.

Em uma tentativa de minimizar o revés, o treinador lembrou que o time ainda não está com seu elenco completo. “O Grêmio vai ficar mais forte. Já contratou e vai trazer mais. Temos jogadores importantes para estrear. Nosso grupo é bom, estávamos precisando de experiência e esses jogadores experientes estão chegado. Ao contrário da maioria dos clubes que estão disputando esses últimos jogos com o grupo que vão jogar todo o Brasileirão, o Grêmio não está completo. Jogadores vão chegar e o grupo vai ficar melhor”, prometeu.