Joel e Juarez Malucelli, durante
a entrega de uma bandeja ao ex-
presidente da Renault, Luc-Alexandre Ménard.

A diretoria do Malutrom promoveu uma festa de despedida de pompa para Luc-Alexandre Ménard, ex-presidente da Renault do Brasil, empresa que patrocina o time de São José dos Pinhais. A saída de Ménard, por ora, não influencia o contrato da empresa com o clube, que vai até dezembro deste ano. Ao término do atual contrato, o clube irá conversar com Pierre Poupel, o novo presidente da Renault.

Com a presença de toda a diretoria do clube, empresários, imprensa e do capitão da equipe principal, Tcheco, a diretoria prestou uma bela homenagem ao francês, entregando uma placa alusiva, além de inaugurar a ampliação da sua sede social, no Barigui. “Ménard foi um aliado importante para o crescimento do Malutrom e contribui em nossas consquistas neste período”, disse o presidente de honra do clube, Joel Malucelli.

Em retribuição, Ménard agradeceu a oprtunidade de poder participar do projeto social chamado Malutrom, o primeiro clube-empresa do Brasil. “O projeto do Malutrom de dar espaço para meninos carentes terem uma oportunidade no futebol é muito bonito. Por isso, vou sentir ainda mais saudades do Paraná. Sempre torci pelo Malutrom e continuarei torcendo”.

O evento contou com um momento de descontração. A diretoria do clube quis prestar uma homenagem também a Joel Malucelli, o “maior artilheiro da história do clube, com 7.243 gols”. Vendo a placa entregue a Joel, Ménard garantiu que iria sugerir o nome do empresário para o ataque da seleção francesa, que não marcou nenhum gol na copa do mundo e terminou eliminada. “Não faz mal. Vou torcer para o Brasil”, disse Ménard, em tom de despedida.