Apesar de ainda ser o líder da Série B, o momento do Botafogo não é nada bom, o que ficou comprovado na noite de sexta-feira, quando o time perdeu para o Bragantino por 1 a 0, no interior paulista, pela 12ª rodada. E o técnico René Simões reconheceu que a fase é mesmo ruim.

“Não fomos bem nos últimos cinco jogos. Mesmo na vitória sobre o Sampaio Corrêa não tivemos um desempenho excepcional”, afirmou René, destacando que o Botafogo só venceu um dos últimos cinco jogos e perdeu outros dois, tendo aproveitamento de apenas 33% nesses confrontos.

Assim, René prometeu trabalho para que o time volte a repetir o desempenho do começo da Série B, com seis vitórias e um empate nas sete primeiras rodadas. “Não temos que arrumar desculpas para nada, temos que trabalhar muito. Quando a fase está boa, a bola bate no tornozelo e entra. Quando não está, ela fica entre as pernas e não entra”, disse.

O treinador botafoguense saiu em defesa do jovem atacante Luiz Henrique, de apenas 17 anos, que foi muito elogiado após marcar dois gols na sua estreia, diante do Sampaio Corrêa, mas depois teve atuações apagadas diante do Ceará e do Bragantino.

“Temos que ter cuidado. Ele vai encontrar esse tipo de dificuldades enfrentando jogadores muito fortes. O Luiz Henrique estava acostumado a jogar contra jogadores da idade dele, mas tem muito potencial. Tudo o que se falou dele foi certo”, comentou.

Líder da Série B com 24 pontos, o Botafogo agora volta as suas atenções para a Copa do Brasil, pois na próxima quarta-feira vai receber o Figueirense no Engenhão, no jogo de volta da terceira fase. No primeiro duelo, em Florianópolis, os times empataram por 2 a 2.