Guapo Guerreiro, do Stud Maggiore,
bem dirigido por Elizeu Pires dos
Santos, venceu a prova de abertura
sob os cuidados de Márcio Ferreira
Gusso. Foto: Chuniti Kawamura

A diretoria do Jockey Club ficou satisfeita com o resultado financeiro da reunião de domingo passado e, naturalmente, pelo bom público que compareceu ao Tarumã. Ocorre que as sete provas normais foram bancadas pela Codere, enquanto o prêmio do vencedor do Clássico Cidade de Curitiba será pago pela Associação de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corridas do Paraná, ficando as colocações por conta do Jockey Club.

O movimento de R$ 13.291,00 e mais cerca de R$ 6.500,00 do arremate não correspondeu a expectativa, mas os dirigentes ficaram satisfeitos com o resultado financeiro, especialmente levando-se em consideração os elevados prejuízos que as simulcastings vinham acusando.

Como domingo de Páscoa não haverá corrida, a diretoria pretende tomar medidas no sentido de promover a reunião do dia 17, sábado, pois para a reabertura das corridas aos domingos, pouco foi feito neste sentido.

A antecipação para a tarde de sábado, provocada pela ACPCCP, que vai financiar a realização do Derby Paranaense, grupo 3, será corrido em 2.000 metros.

Cidade Jardim

O Grande Prêmio Presidente Luiz de Oliveira Barros, grupo 2, reservado para éguas de 3 e mais anos, na distância de 1.800 metros, corrida mais importante de domingo, em São Paulo, apresenta-se com campo numeroso. Estão inscritas Alegre Lady, Esquisita, Feel Ridge, Filó, Girl Night, Hingis, Hiper Vencedora, Hollywood Girl, Kimilagrosa, Latest Jocke, Ossaanha, Pay Cash, Pianista di Ouro, Private Party, Puro Brilho, Russian Ballet, Universal Brand e Valientness, figurando como suplentes Linha de Crédito (1.ª). Condesir (2.ª) e Neology (3.ª).