A reunião esperada pelos clubes e pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) com o governo para a retomada do Campeonato Paranaense não vai acontecer nesta semana. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa), existem algumas restrições no Estado e o momento não é de se discutir sobre a retomada do futebol.

Com isso, fica cada vez mais difícil o Estadual retornar nos próximos dias. A ideia das equipes era tentar convencer a Sesa e o governador Ratinho Júnior para que a bola rolasse, no mais tardar, no dia 19. No entanto, o calendário vai ficando cada vez mais apertado.

De acordo com a secretaria de saúde, a volta do futebol está em pauta, mas a situação atual não permite pensar nisso agora. Ainda mais com o aumento significativo de afetados pelo coronavírus em todo o Estado e os recentes casos positivos no Athletico, que teve mais jogadores infectados, e no Coritiba, com um membro da comissão técnica em estado grave..

Até aqui, o Paraná já registrou 33.939 casos de Covid-19, com 837 mortes. Só em Curitiba são 206 óbitos, com um total de 7.786 infectados. Por isso, não há novidade para um possível acerto entre os lados.

Além disso, a liberação dos treinos presenciais também fica travada. Por conta do decreto do governador Ratinho Júnior, na última terça-feira (30), Furacão, Coxa, Cascavel FC, Cianorte e Londrina foram proibidos de realizar atividades em seus centros de treinamentos.

Apenas Operário e Rio Branco estavam liberados, uma vez que Ponta Grossa e Paranaguá não estão nas novas determinações. Já o Paraná Clube também seguiu com sua rotina no CT Ninho da Gralha, uma vez que conseguiu uma liberação especial com a prefeitura de Quatro Barras.

No entanto, o Tubarão anunciou nesta quarta-feira (8) que voltará aos treinos no CT na próxima segunda-feira (13). Porém, o decreto do governador tem validade até o dia 15.

+ Mafuz: É melhor Cury não tentar a volta do futebol. Proposta será recusada

Ou seja, com a maior parte das equipes que estão no mata-mata sem poder treinar, fica quase inviável pensar na volta do Paranaense para daqui cerca de dez dias. O que pode acarretar em um afunilamento de jogos.

O começo das séries A, B e C do Campeonato Brasileiro estão marcadas para os dias 8 e 9 de agosto. Assim, não teria tempo hábil para terminar o Estadual antes do início do Brasileirão, que era uma preocupação dos times.

+ Mais do futebol paranaense:

+ Clubes dependem da volta do Paranaense pra receber do DAZN
+ Podcast De Letra: Valmir Gomes é o convidado da semana
+ Paralisação do futebol tem impacto profundo nas categorias de base
+ Cristian Toledo: Não há condições de pensar na volta do Paranaense


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?