Foto: Allan Costa Pinto
Miel de Naranja, dirigida por Roberto Coral e treinada por Diego Vieira, derrotou Iemayer por cabeça.

A reunião de sexta-feira agradou pelo aspecto técnico, mas o movimento de apostas foi muito fraco porque a diretoria do Jockey Club Brasileiro, alegando que já tinha compromisso com o Jockey Club de São Vicente, não recebeu apostas em torno das corridas do Tarumã. Assim, o movimento atingiu a soma de R$ 143.559,00, quando se esperava mais de R$ 250.000,00, mesmo com apenas nove páreos.

A prova de abertura do programa foi vencida por Ouro do Porã (F. Anderson), do Stud Champion Spirit, sob os cuidados de A. Menegolo Neto, sem ser ameaçado pelo favorito Oficial-General, que chegou segundo.

Sugar Pie (R. Oliveira) venceu a segunda prova. Depois de dominar Onda Sonora, seguiu até o final. A defensora de José Cid Campelo Filho/Paulo Roberto Fernandes foi apresentada por L.R. Feltran.

Jangadeiro (J. Ventura) ganhou de ponta a ponta a terceira prova defendendo a farda do Stud Bube e marcando a segunda vitória de L.R. Feltran. No final defendeu-se do ataque de Troya di Caroline.

Bacana Danz (A.A. Santos) foi o vencedor do quarto páreo apresentado por Antenor Menegolo Neto e defendendo a farda de Nelson Luiz Ribas Loures. Correndo muito no final dominou Conde Xará e o ligeiro Zig Zag, que chegaram a seguir.

Miel de Naranja (R. Coral) surpreendeu na quinta prova, defendendo a farda de Guilherme Negrelo Colaço. Atropelando nos metros finais derrotou Iemayer, com Coro Real atrasando-se para terceiro.

Pirapuitã (L. Chimenes), do Haras Ponta Porã, foi o vencedor da sexta prova apresentado por Carlos Cesar Carlindo. Depois de dura luta, nos 300 finais, dominou Little Kids, com Las Vegas Boy na posição imediata.

Amadeus (R. Oliveira), do Haras Belmont, preparado por Fernando Azevedo, obteve sensacional vitória na sétima prova, derrotando Quanto Mais nos metros finais, com Splash Café na terceira colocação.

A penúltima prova marcou a vitória de ponta a ponta de La Notte (Z.M. Rosa), defendendo a farda de Gervasio Fagundes e apresentada por Carlos Pereira Gusso. Assumiu a ponta após a partida e bem dosada seguiu até o final, defendendo-se de Ultra Charm, com Clen Star na posição imediata.

Mount Fuji (E. Araújo), do Haras Clemente Moletta, ganhou com muita autoridade a prova de encerramento, apresentado em boa forma por G.F. Santos, enquanto Xaropinho formou a dupla dominando Mágico Boy nos metros finais.