Franck Ribery disse que não está preocupado com o seu futuro no Bayern de Munique e na seleção francesa na sequência do seu suposto envolvimento com uma prostituta menor de idade. O jogador, porém, admitiu em entrevista para a edição desta sexta-feira do jornal alemão Bild que está passando pelo “ponto mais baixo” da sua vida, mas garantiu estar confiante na sua carreira.

“Tenho certeza de que vou recuperar a confiança do povo que agora, talvez, tenha dúvidas sobre mim”, disse Ribery. “Eu vou dar-lhes diversão novamente. Vou mostrar-lhes o belo drible, dar-lhes um sentimento positivo e marcar gols. Como antes. Eu não tenho medo do meu futuro, sobre a minha carreira. Nem na seleção nem no Bayern”.

Ribery tem sido questionado na França e é alvo de um processo. Ele pode pegar três anos de prisão se for condenado por ter feito sexo com uma menor. A garota disse que o jogador não estava ciente de que ela era menor na época.

O francês disse que gostaria de agradecer a sua esposa, pelo seu apoio. O casal tem dois filhos. Ribery afirmou que “nunca esquecerá” o apoio do Bayern. Com problemas de contusões, o meia teve uma temporada discreta no clube alemão e ficou fora da final da Liga dos Campeões da Europa com a Inter de Milão por causa de uma suspensão.

O técnico Louis van Gaal disse que ainda não viu a verdadeira versão de Ribery, que fez uma cirurgia na virilha após a eliminação da França na fase de grupos da Copa do Mundo. O clube enviou dois preparadores físicos para trabalhar com o francês durante suas férias. O Campeonato Alemão começa no dia 20 de agosto e o Bayern, atual campeão, vai jogar contra o Wolfsburg na partida de abertura.