Nesta sexta-feira, o treinador do São Paulo, Ricardo Gomes, disse em entrevista coletiva no centro de treinamento, na Barra Funda, que a tendência é manter a equipe são-paulina com a mesma formação tática – três zagueiros – adotada no primeiro semestre deste ano.

Com isso, Richarlyson continua na defesa, com Alex Silva e Miranda ao seu lado. Devido a qualidade do atleta em atuar em outras posições que não seja a sua original – volante -, o time pode variar de esquema durante o jogo, porém, isso é visto pelo técnico apenas como uma alternativa.

“O time ganhou um padrão de jogo neste sistema que não devemos mudar. Mas é claro que temos essa variação sem fazer nenhuma substituição. Mas o Richarlyson segue na linha de zagueiros”, avisou o técnico, que também conta com Xandão no setor.

Em relação ao time que atuou no primeiro semestre, Jean é a única novidade, na ala direita. Rogério; Miranda, Alex Silva e Richarlyson; Jean, Rodrigo Souto, Hernanes e Junior Cesar; Dagoberto, Marlos e Fernandão.

SELEÇÃO BRASILEIRA – Lembrado, entre outros profissionais, para assumir o comando da seleção brasileira, Ricardo Gomes afirmou que não pensa nesta hipótese no atual momento se sua carreira.

Gomes foi capitão do Brasil durante anos e técnico da seleção pré-olímpica em 2003. No momento, pensa somente na conquista da Copa Libertadores. “Meu momento é o São Paulo, é Libertadores. Estamos em um objetivo muito importante para mim e para o clube, então vamos falar de São Paulo”, respondeu.

“Tem ótimos nomes para a seleção brasileira, o presidente vai poder escolher tranquilamente. Tem muito tempo até 2014. Não cabe a mim falar. Tenho de pensar só no São Paulo”, completou Ricardo Gomes.