Para Daniel Ricciardo, o GP do Brasil deste ano terá um gosto especial. O piloto da Red Bull irá se despedir de um concorrente e ganhar um torcedor. Felipe Massa, da Williams, correrá pela última vez na Fórmula 1 em Interlagos. Com isso, será o último confronto dos dois na pista brasileira.

“A atmosfera e o traçado no Brasil são únicos. Uma torcida ótima que faz muito barulho. E vai fazer ainda mais este ano já que é a última corrida dele (Massa) em Interlagos. O Brasil é um lugar em que você não quer ser o companheiro de escuderia de Felipe”, disse Ricciardo. O australiano tem liberdade para falar de Massa. Ambos são amigos, moram no mesmo condomínio em Mônaco. Tanto que o brasileiro promete na temporada 2017 torcer pelo vizinho no Mundial de Pilotos.

“O cara com quem tenho mais amizade é o Daniel Ricciardo. Moramos no mesmo prédio em Mônaco, estamos sempre em contato. Daqui para frente vou torcer por ele”, disse Massa em entrevista ao Estado de S. Paulo.

Além do amigo, Ricciardo tem outro bom motivo para comemorar a chegada do GP do Brasil: a caipirinha. Segundo o australiano, a bebida é o complemento ideal para o tradicional churrasco brasileiro.

“Outra grande parte de correr no Brasil são as carnes. Eles tem pratos realmente bons e eu sempre garanto que vou ter tempo para comer. Uma última recomendação é a caipirinha. Ela é ótima”, brincou o piloto.