Os rivais da Argentina no Grupo D da Copa do Mundo da Rússia lamentaram ter de enfrentar a equipe sul-americana no Mundial. Nesta sexta-feira, representantes das seleções de Islândia, Croácia e Nigéria mostraram pouco ânimo para enfrentar a equipe de Lionel Messi nos gramados russos.

“Acredito que seja o grupo mais difícil da Copa do Mundo. Argentina, Nigéria e Islândia são rivais que merecem respeito. Não tenho palavras para descrever o que é enfrentar Lionel Messi”, afirmou Davor Suker, ex-jogador da seleção croata e atual presidente da federação de futebol do país.

O alemão Gernot Rohr, técnico da Nigéria, também destacou o poder ofensivo do time argentino. Curiosamente, a Nigéria é o time que mais vezes enfrentou a Argentina na fase de grupos. O encontro aconteceu nas Copas de 1994, 2002, 2010 e 2014. O time de Messi venceu todos os confrontos até aqui.

“O grupo é formado por boas seleções, será uma disputa equilibrada. Jogar contra a Argentina vai tornar as coisas mais difíceis para nós”, admitiu o treinador.

O técnico Heimir Hallgrímsson, da Islândia, vê o jogo diante dos argentinos como uma chance de aprendizado. É a estreia do país nórdico em Mundiais. “Não poderíamos ter melhores boas-vindas. Pensamos no romantismo do futebol ao enfrentar a Argentina”, declarou o técnico citando os dois títulos mundiais do time sul-americano.