O River Plate está querendo contratar Valdivia. O empresário Osório Furlan, que tem 36% dos direitos do jogador, confirmou nesta terça-feira o interesse do clube argentino, mas revelou que ainda não chegou nenhuma proposta oficial para ele ou para o Palmeiras, que detém os 64% restantes.

Depois de uma primeira passagem de sucesso entre 2006 e 2008, quando virou ídolo da torcida palmeirense, Valdivia voltou ao clube em 2010, contratado com a ajuda de Osório Furlan. Mas tem sofrido seguidas lesões nos últimos três anos, que o impedem de jogar com regularidade pela equipe.

Atualmente, Valdivia se recupera de uma lesão muscular sofrida no dia 14 de março. E sua presença no jogo de volta contra o Tijuana, na próxima terça-feira, no Pacaembu, pela Libertadores, já foi descartada. Diante desse cenário, o chileno vem perdendo o prestígio com a torcida palmeirense.

A diretoria do clube também não deve fazer esforço para segurá-lo, caso realmente venha uma proposta do River Plate. “Não existe nenhum jogador inegociável no Palmeiras”, afirmou o presidente Paulo Nobre, através da sua assessoria, quando perguntado sobre uma eventual saída de Valdivia.