A última rodada de jogos internacionais entre seleções em 2016 não fez bem ao Bayern de Munique. Com quase todo seu elenco servido seus respectivos países, diversos dos jogadores voltaram sem condições de jogo para enfrentar o Borussia Dortmund, sábado, no principal clássico do futebol alemão no momento.

A maior ausência, já confirmada, é do holandês Arjen Robben, que saiu no intervalo do duelo contra Luxemburgo, no domingo, pelas Eliminatórias da Copa. Apesar de, na segunda-feira, o Bayern ter anunciado que ele não seria problema para jogar o clássico, o atacante não treinou durante toda a semana e está vetado, por precaução. Afinal, tem grande histórico de lesões.

Nesta sexta, o técnico Carlo Ancelotti também disse que não vai assumir “nenhum tipo de risco” com o brasileiro Douglas Costa e do chileno Arturo Vidal, que voltaram dos jogos na América do Sul com pequenas lesões. Eles serão reavaliados no treino desta sexta-feira.

Além disso, o treinador não conta com Javi Martinez e Kingsley Coman, que já estavam machucados. “Nós temos uma série de problemas por causa dos jogos internacionais. Mas outros time tiveram os mesmos problemas com seus jogadores”, afirmou Ancelotti, reclamando que o calendário de jogos da Europa é “muito cheio”.

O Bayern de Munique lidera o Campeonato Alemão com 24 pontos, empatado com o novato RB Leipzig, equipe da Red Bull, que joga ainda nesta sexta-feira contra o Bayer Leverkusen.