O lateral Roberto Carlos, de 37 anos, admitiu nesta quinta-feira que vinha jogando no sacrifício nas últimas partidas do Corinthians. Com dores musculares, ele pediu para ser poupado e foi integrado ao departamento médico do clube.

“Está na hora de parar para me tratar antes que me estoure de vez”, disse o jogador, no desembarque da equipe, nesta quinta à tarde, no aeroporto de Congonhas. “Agora tenho de conversar com o doutor [Paulo de Faria, para saber o rumo a tomar]”, afirmou o atleta, que vinha sendo substituído na maioria dos jogos.

Roberto Carlos é o jogador que mais vezes entrou em campo pelo Corinthians na temporada. São 50 partidas disputadas, sem nenhuma lesão. Com o desgaste, ele pode ficar de fora da partida de domingo, contra o Atlético-GO, no Pacaembu. Edu, Danilo, Jucilei e Castán, todos improvisados, foram os substitutos do lateral nos últimos jogos.