Robinho será reavaliado hoje pelos médicos da seleção brasileira. Caso não sinta mais dores no músculo posterior da coxa direita, poderá ser liberado para treinos leves junto com os demais companheiros. O teste para saber se está curado e continua na Copa, no entanto, ainda não tem data marcada, segundo o médico  José Luís Runco.

Ontem, Robinho não foi a Dortmund. Acompanhou o jogo das oitavas-de-final contra Gana pela televisão, enquanto realizava tratamento com o fisioterapeuta Luís Alberto Rosan. Medicado, o jogador faz aplicação de gelo no local da contusão que, segundo exames de imagem, não é grave. A situação de Robinho, mesmo tendo uma melhora rápida, é muito delicada. O craque se machucou no sábado e, imediatamente, começou o tratamento. Caso não volte a treinar entre hoje e amanhã, dificilmente terá condições de estar à disposição de Parreira para  o jogo de sábado,  pelas quartas-de-final. Parreira já disse reiteradas vezes que precisa de jogadores que estejam 100% fisicamente, já que nesta fase da competição não se permite errar.

Programação

Hoje, nada  de folga para a seleção. A manhã  será de descanso, mas à tarde treino leve para quem atuou  e movimentação normal  para reservas e para quem jogou pouco – casos de Juninho Pernambucano, Ricardinho e Gilberto Silva.

Caso não altere sua programação oficial – o que ocorreu na segunda-feira, por exemplo, quando a chefia da delegação resolveu antecipar a viagem para Dortmund para a noite -, a seleção treina hoje e amanhã no CT das cercanias de Colônia e, em seguida, viaja para Frankfurt, local da partida de sábado pelas quartas-de-final.

Dortmund ? AE