As seleções de Estados Unidos e Costa Rica garantiram nesta terça-feira, com duas rodadas de antecipação, a classificação matemática para a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. Pela oitava rodada do hexagonal final das Eliminatórias da Concacaf (Américas do Norte e Central e Caribe), a vaga dos norte-americanos, líderes com 16 pontos, veio com uma vitória e a dos costarriquenhos, em segundo com 15, saiu com um empate fora de casa.

Na cidade norte-americana de Columbus, os Estados Unidos derrotaram o México por 2 a 0 – com gols do atacante Eddie Johnson e do meia Landon Donovan no segundo tempo – e garantiram a 10.ª participação em um Mundial. Será a sétima Copa seguida dos norte-americanos, que já conseguiram um terceiro lugar em 1930, na competição realizada no Uruguai.

Já a Costa Rica obteve a vaga com um empate com a Jamaica por 1 a 1, em Kingston, além da vitória dos Estados Unidos. Está será a quarta vez que os costarriquenhos jogarão uma Copa do Mundo – as outras três foram em 1990, 2002 e 2006. Para o Mundial de 2010, na África do Sul, a seleção da América Central parou na repescagem contra o Uruguai.

Nas Eliminatórias da Concacaf, os três primeiros colocados se classificam diretamente à Copa e o quarto colocado fará uma repescagem contra a Nova Zelândia, representante da Oceania. Esta terceira vaga está mais perto de Honduras, que empatou em casa com o Panamá por 2 a 2 e chegou a 11 pontos, contra 8 do México e dos panamenhos.

Nas duas últimas rodadas, em outubro, o México fará de tudo para não ficar de fora de um Mundial – já participou de 14 e a última vez que não jogou foi em 1990, na Itália. No dia 11, os mexicanos farão o decisivo confronto direto contra o Panamá, no estádio Azteca, na Cidade do México.