O Atlético Mineiro superou o Cruzeiro por 3 a 1, no último domingo, em clássico disputado no Independência, mas o triunfo na 11ª rodada do Campeonato Brasileiro não foi fácil de ser conquistado, pois o rival abriu o placar logo nos minutos iniciais e dominou boa parte do primeiro tempo. Por isso, o técnico Roger Machado destacou o poder de reação da sua equipe.

“A verdade é que, com a lesão do Léo (Leonardo Silva) logo aos três minutos e o gol sofrido, o time saiu um pouco da partida. Depois, retomamos a confiança na partida e as nossas ações começaram a ser mais organizadas. Entendemos que, pelo centro, não era o melhor caminho para conseguir gerar superioridade, aí voltamos para o jogo”, disse o treinador atleticano.

Para que o Atlético-MG conquistasse o triunfo, também pesou a ótima atuação de Fred. Após ser expulso no meio de semana em partida contra o Botafogo pela Copa do Brasil, o centroavante brilhou ao marcar dois gols. Depois do triunfo, Roger elogiou o jogador e revelou o teor de conversa que teve com Fred antes do clássico.

“O Fred é a última ponta do setor ofensivo e tem, constantemente, se sacrificado pelo coletivo. Eu preciso dele concentrado. Ele paga, em muitos jogos, pelo passado que tem como líder nos times em que jogava. Sempre foi muito visado pela arbitragem. Disse a ele que precisava dele concentrado, sem permitir que a falta de critério o deixasse nervoso”, afirmou.

Com o triunfo, o Atlético-MG chegou aos 16 pontos, em sétimo lugar no Brasileirão. Agora o time volta as suas atenções para a Copa Libertadores, pois na próxima quarta-feira vai até a Bolívia para enfrentar o Jorge Wilstermann para o jogo de ida das oitavas de final.