Rio – O projeto do Vasco, ?Romário -1000 gols?, que terá seqüência na sexta-feira, contra o Entrerriense, em Três Rios, não vai poder contar com o principal interessado: o artilheiro Romário. O jogador será poupado do amistoso marcado para que o atleta possa chegar rapidamente à marca história por causa do excesso de confrontos previstos para o time carioca.

No domingo, Romário atuou durante a vitória sobre o Madureira. Amanhã, será a vez do Volta Redonda, e, no próximo domingo, o clássico contra o Botafogo. Por isso, a comissão técnica vascaína chegou a conclusão de que fazer o artilheiro participar de quatro partidas em uma semana poderia ser prejudicial ao seu condicionamento físico.

Alheio ao desfalque de Romário no amistoso, o meia Morais comemorou ontem o bom momento vivido no Vasco. Depois de brigar na Justiça para deixar o clube há três anos, o atleta disse ter se arrependido do ato.

?Vou comemorar 100 jogos como profissional contra o Volta Redonda. E estou feliz, porque marquei, no domingo, meu primeiro gol no Campeonato Carioca?, disse Morais. ?Brigar para sair foi uma decisão precipitada. Tinha apenas 18 anos. Hoje vejo que errei.?