Romero substituiu Vagner Love no segundo tempo e marcou o gol da vitória dos reservas do Corinthians sobre o Cruzeiro neste domingo, na Arena Pantanal, em Cuiabá, na estreia das equipes no Campeonato Brasileiro.

O paraguaio vinha sendo pouco aproveitado por Tite, disputou apenas quatro jogos na temporada e vivia um jejum de 27 partidas sem balançar as redes. “Há muito tempo não marcava, para um atacante isso dói. Graças a Deus pude entrar e ajudar na partida, que estava muito difícil. Para um atacante, fazer gol é muito importante, vivemos disso”, comemorou o atacante em entrevista para a TV Globo na saída do gramado.

Foi o segundo gol de Romero com a camisa do Corinthians. O primeiro aconteceu contra o Bahia, em julho do ano passado pela Copa do Brasil. Agora, sua expectativa é ser relacionado para o duelo da Libertadores, quarta-feira, contra o Guaraní do Paraguai. “Temos muitos atacantes de qualidade. Eu nunca deixei de trabalhar. O professor Tite sabe disso”, disse.

Revelado pelo Cerro Porteño, Romero ainda comentou que foi consultado sobre o próximo adversário do Corinthians na competição continental. “Será muito difícil, mas acho que não tem motivo para se preocupar. O Corinthians tem um time muito forte e vamos fazer de tudo para ganhar na quarta. Temos de confiar na nossa equipe. O emocional é fundamental”, ressaltou.

O Corinthians perdeu o jogo de ida para o Guarani por 2 a 0 no Estádio Defensores del Chaco, em Assução, e agora precisa de uma vitória por três gols de diferença para avançar às quartas de final da competição. Se o placar da primeira partida se repetir, a decisão vai para os pênaltis.