Ronaldo ainda não definiu qual será o seu destino em 2009. O atacante afirmou que, neste momento, pensa primeiro em se recuperar totalmente como jogador, mas avisou que o Flamengo, clube onde realiza tratamento e faz trabalhos para recuperar a forma física, é sua prioridade.

“Quando eu estiver me sentindo bem, aí vou pensar nisso, mas minha prioridade é o Flamengo. Eles estão na pole position”, disse o Fenômeno, durante o programa Bem, Amigos, do SporTV. “Mas quero merecer jogar lá, não quero que seja um favor. Quero entrar no Maracanã e não decepcionar ninguém.”

O atacante admitiu até se aposentar caso não se sinta bem para jogar profissionalmente aos 32 anos. “Aí vou dar um nozinho na minha chuteira e pendurá-la.”

Ainda sobre o acerto com o Flamengo, Ronaldo disse que só o aspecto financeiro poderá levá-lo novamente para o futebol europeu. Ele confirmou conversas com o Manchester City e o Paris Saint-Germain

“É algo que vou levar em consideração, mas claro que posso ceder um pouco. O Flamengo também. Minha vontade é ficar no Brasil e realizar esse sonho de jogar pelo Flamengo”, assinalou.

Durante o programa, o atacante também falou de seleção brasileira. Primeiro disse que era “um soldado ferido, mas não morto, e que precisava estar bem para ser convocado novamente.” Depois bateu forte na CBF por tudo que aconteceu na preparação para a Copa do Mundo de 2006. “Foi um circo”, resumiu. “Tinha gente tirando foto até no andar que estávamos hospedados. Eu assumo minha parcela de culpa como jogador, mas foi difícil manter o foco na preparação e, dentro de campo, o futebol é jogado.”

Apesar da alfinetada, Ronaldo esbanjou bom humor durante praticamente todo o programa e até brincou quando foi questionado se estava mais magro. “Mais gordo não dava, estava ficando sem roupa”, disse, rindo.