Maceió – Real Madrid e Barcelona gastaram R$ 210 mil reais para alugar um jatinho e fazer com que Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo e Roberto Carlos desembarcassem na Espanha mais cedo do que se viajassem em vôo regular. A extravagância dos rivais milionários não deu certo, pois o avião deixou Maceió com atraso, na madrugada de ontem, e aterrissou pelo menos duas horas depois do previsto. Com isso, o trio de astros perdeu o treino de suas respectivas equipes que voltam a campo amanhã, pelo torneio doméstico.

O prejuízo maior foi do Real Madrid, porque Roberto Carlos e Ronaldo nem viram o técnico Mariano Rémon e seus companheiros, quando chegaram à Ciudad Deportiva, o centro de treinamentos do clube. Todo mundo havia ido embora. A dupla participa hoje do bate-bola final antes da partida de amanhã, contra o Bétis, em Sevilha.

Ronaldinho Gaúcho teve o consolo de, pelo menos, conversar com o técnico Frank Rijkaard, ao reapresentar-se ao Barcelona. O craque acompanhou os exercícios do dia do lado de fora do campo e nem trocou de roupa. Mesmo assim, tem presença garantida no clássico catalão com o Espanyol, amanhã à noite, no Estádio Olímpico de Montjuic.